domingo, 9 de maio de 2010

Olá...


Aprisionada em mim mesma, aonde encontro a saída?
Meu espírito se perdeu do meu corpo
Não sei como encontra-lo

Em completa exposição tão vunerável
Na sombra do entardecer me encontro
Quando chega a noite sei que não tem mais jeito algum
As luzes da cidade cegam meu olhos, me confundem

Tem alguém aí pra me ajudar?
Será que estou no caminho certo?
Olá tem alguém me ouvindo?

Me perdi em alguma cidade e fiquei lá por um bom tempo
Alguém sentiu minha falta?
O vento frio penetrou em minha pele

Não deram por falta de mim
e ninguém vai perceber que um dia estive por aqui
Minha alma está gelada

tem alguém aí pra me ajudar?
será que estou no caminho certo?
Olá tem alguém me ouvindo?

Ele me observa de longe
esperando um momento pra se aproximar
Será que você consegue me ver?

Você costumava me enxergar
Mas agora nossa luz se apagou
e meu corpo está cansado de lutar contra isso
Estou tão cansada de ser o que sou.

2 comentários:

® Micael Santos disse...

Já tive essa sensação. E creio que são momentos como esses que nos permite um novo crescimento em alguma área de nossa Vida. Quando o nosso eu nos provoca!!
Interessante...

Grande abraço.

Vanessa Lisboa disse...

kkk bem q vc falou..